3 Vantagens e 2 Desvantagens De Jogar Muito Vídeo-Game

Ao redor do mundo, há milhões de fãs de games espalhados por todos os países.

Pessoas de todos os tipos, idades e classes compartilham os mesmos servidores de games, divertindo-se ao longo do dia através dos mundos virtuais.

Vídeo-game é sinônimo de diversão, cultura e interação por parte das pessoas, mas pode ter vários outros fatores, tanto bons quantos ruins para as pessoas.

É sobre isso que vamos falar hoje neste artigo.

Vou citar algumas vantagens do vídeo-game, que fazem com que as pessoas aproveitem muito mais além de um simples jogo.

Também falarei de algumas desvantagens. Não são necessariamente ligada aos jogos, mas ao hábito de jogar demais – e isso vale sua atenção também.

Primeiro vamos ver o lado bom da história.

3 Vantagens de jogar Vídeo-Game

Agora irei citar algumas das vantagens dos vídeo-games, que vão muito além da simples diversão de viver em um mundo virtual.

Vou comentar um pouco sobre coisas que vão além do óbvio, porém atingem positivamente todos que jogam vídeo-games.

Vantagem #1 – Você aprende várias línguas

Ao jogar vídeo-game, são poucos os jogos disponíveis em português, o que geralmente nos obriga a aprender as línguas estrangeiras para saber como proceder dentro do game.

Geralmente o inglês é a linguagem predominante nos jogos, o que faz com que todo gamer desenvolva uma habilidade absurda no idioma ianque.

Eu aprendi inglês e espanhol durante minha infância apenas jogando vídeo-game e hoje sou fluente nestes dois idiomas e predominante em italiano e francês.

O contato com outros jogadores no modo online também estimula o aprendizado de outros idiomas.

Vantagem #2 – Integração social

Outra enorme vantagem que temos no meio dos games é a integração social.

Todos jogamos online com pessoas dos mais diversos países, culturas, religiões, tipos físicos e condições sociais.

Dentro do mundo dos jogos, não importa se você é gordo ou magro, rico ou pobre, cristão ou islâmico, negro ou branco – o que importa é que você jogue o game e divirta-se.

A vantagem dos games é justamente essa. Uma integração social onde todos estão no mesmo ambiente e o único objetivo é divertir-se e a única diferença entre os players fica em suas habilidades de jogo.

Vantagem #3 – Estimula o raciocínio e criatividade

Outra questão importante e predominante no meio dos games é o raciocínio rápido e a criatividade.

Seja em um jogo simples de descoberta de mundos, como minecraft, até mesmo em um FPS, a tomada de decisões e criatividade estão sempre presentes.

Em jogos de sobrevivência, por exemplo, estamos a todo momento expostos a problemas e o raciocínio rápido nos salva em muitos momentos.

Em crianças, o ato de jogar vídeo-game desenvolve questões importantes como coordenação motora, criatividade, raciocínio rápido, inteligência, entre outros.

Agora vamos falar um pouco sobre as desvantagens…

Depois de citar os 3 fatores mais positivos dos games, na minha opinião, é hora de falar de questão que podem não ser tão boas.

Como citei acima, não são fatores diretamente ligado com os games, mas sim com o hábito de jogar demais sem ter um controle sob o que se faz.

Neste ponto serve também o alerta aos pais, que tenham um pouco de controle sob os filhos.

Alguns pais usam do vídeo-game como uma forma de distrair o filho e deixa-lo ocupado, afim de “eliminar” a responsabilidade de ser pai.

E isso pode ser muito ruim…

2 Desvantagens dos Vídeos-Games

Vamos focar agora em questões que podem ser maléficas e que envolvem, mesmo que indiretamente, os games.

São questões extremamente importantes e que, apesar de não ser “culpa dos games” devem ser comentadas.

Desvantagem #1 – O conteúdo dos games

Eu particularmente não ligo para conteúdo dos jogos, acredito que jogo é para entreter e divertir e não para educar.

Porém, como citei acima, alguns pais compram vídeo-games para seus filhos e os deixam jogando o dia todo afim de fugir da responsabilidade de brincar e dar atenção as crianças.

Com isso, as crianças ficam expostas a diversos tipos de cenários possíveis nos games, como violência, uso de drogas e sexualidade explicita.

Por isso, é necessário que os pais estejam de olho sob o que o filho está jogando e como é a interação online daquele jogo.

Existe um diferença tremenda entre uma criança jogar minecraft a jogar um GTA V. Por isso, é necessário atenção neste ponto.

Desvantagem #2 – Problemas de saúde

Como já disse, não é um problema ligado aos jogos em sí, mas ao hábito de jogar demais.

As pessoas (e neste caso incluo desde crianças até adultos) costumam deixar de lado coisas importantes como alimentação, exercícios e sono de qualidade apenas pelos jogos.

Além do risco de ter algum problema ocular, as pessoas acabam ficando obesas pelo sedentarismo e com problemas estomacais, pois acabam comendo qualquer coisa rápida para poder voltar a jogar, como salgadinhos, pipocas, etc.

Grande parte dos gamers que o fazem sem um controle acabam desenvolvendo problemas como obesidade, gastrite e azia.

Não é raro o caso de jovens que logo cedo precisam procurar como acabar com a azia ou obesidade proveniente do excesso de jogatina.

Equilíbrio: o segredo da diversão!

Por isso, o segredo da diversão é o equilíbrio.

É importante entender que jogar é algo incrível, divertido e até educativo, porém é necessário que haja equilíbrio com outras partes da sua vida.

Devemos focar em nossa saúde, não ficar sedentários, estudos e trabalho e deixar os jogos como um hobbie a mais.

É claro que algumas pessoas trabalham jogando vídeo-game, mas ai é outra história.

Espero que tenha gostado deste artigo, nos falamos em breve, ok? Até!